Torres Vedras

Câmara Municipal valoriza Aqueduto

11.01.2018

A Câmara Municipal procedeu à limpeza arbórea da área confinante ao Aqueduto de Torres Vedras.

Esta intervenção, realizada em parceria com os respetivos proprietários, pretendeu valorizar e preservar este monumento.

O material lenhoso resultante da mesma será utilizado para o projeto Lenha Solidária, o qual está a ser dinamizado pela Freguesia de Santa Maria, S. Pedro e Matacães, em parceria com um conjunto de instituições da respetiva área geográfica de atuação, entre as quais a Câmara Municipal.

Recorde-se que a lenha disponibilizada no âmbito do mesmo, a qual resulta de ações de limpeza, pode ser adquirida na sede desta autarquia e em outros dos seus espaços bem como de diversas entidades localizadas na respetiva área geográfica.

De referir que o Aqueduto é uma obra utilitária de arquitetura gótica que se estende por mais de dois quilómetros, tendo sido edificado para abastecer o Chafariz dos Canos, situado na Idade Média à entrada da então vila de Torres Vedras. Iniciando-se à saída de Torres Vedras e atravessando o rio Sizandro, o Aqueduto apresenta uma estrutura de grandes dimensões cujos canais, quando passam à superfície, se dispõem em dois registos de arcos de volta perfeita sobrepostos. Sofreu várias obras de reconstrução e restauro, nomeadamente no século XVIII e, mais recentemente, em 1990. Está classificado pelo Decreto de 16-06-1910; Diário do Governo n.º 136, de 23-06-1910.