Torres Vedras

Educação para a Arte continua a ser promovida pelo Município

04.09.2019

Imagem da Oficina do Mar

Também o serviço educativo da Paços – Galeria Municipal tem proporcionado animação e aprendizagem durante as “férias grandes”.

Nesse âmbito têm tido lugar nos meses de julho e agosto, no Porta 5, as Oficinas do Mar, nas quais crianças e jovens executaram trabalhos de expressão plástica (pinturas, monotipias, colagens, serigrafias, desenhos, fotografia), mediante uma diversidade de técnicas e materiais, o que culminou numa exposição partilhada com os familiares. "Queremos que o azul continue a ser a cor do nosso planeta" foi uma importante mensagem que resultou destas oficinas.

Já no início de julho, o serviço educativo da Paços em parceria com o do Centro de Educação Ambiental e o Quero ser Cientista, dinamizou, no Parque Verde da Várzea, as Oficinas do Parque. Tendo como tema central “O Rio”, esta atividade, destinada a crianças, resultou numa feliz combinação entre Arte, Ambiente e Ciência, por meio da qual se efetuaram trabalhos de pintura, fotografia, desenho e cianotipias, para além de se ter explorado a ribeira da Conquinha, com, por exemplo, a observação microscópica dos seus habitantes e da anatomia dos peixes.

Anteriormente, durante o ano letivo 2018/2019, o serviço educativo da Galeria Municipal levara a cabo um vasto conjunto de atividades, que tiveram como tema central “Ciclo e Círculo”.

São palavras que pela capacidade simbólica que conseguem conter e pela multiplicidade de metáforas que podem gerar permitiram trabalhar inúmeros temas da contemporaneidade, partindo da Arte para o Universo e do Universo para a Arte.

Na atividade Paços na Escola, realizada nas escolas de 1.º ciclo do ensino básico mais periféricas do Concelho, o serviço educativo da Paços viajou com uma maleta apetrechada de objetos curiosos e deu a conhecer a obra de Sonia Delaunay, caracterizada pelos seus grandes círculos cromáticos. Contando a história da artista, abordou-se ainda a obra de Amadeu de Souza-Cardoso e de Almada Negreiros, seus grandes amigos.

Junto do público sénior e com a experiência da ceramista Sandra Casaca, a palavra CICLO também serviu de pretexto para falar e trabalhar sobre as questões do tempo de vida de um brinquedo através de um projeto que decorreu no Atelier dos Brinquedos a que se deu o nome No meu tempo era assim.

Já nas oficinas A Roda, dirigidas a grupos com necessidades especiais, realizadas nos meses de maio e junho, os formadores e formandos trabalharam com materiais e técnicas que exercitaram a exploração dos sentidos de forma adequada a cada grupo.

Paralelamente às atividades enquadradas no tema anual, tiveram lugar as já habituais atividades relacionadas com as exposições apresentadas na Paços - Galeria Municipal e no Atelier dos Brinquedos, proporcionadas à comunidade escolar e ao público em geral. Dependendo do nível de ensino ou da faixa etária, foram levadas a cabo as visitas guiadas Outro Olhar, as visitas com oficina Que exposição é esta? e Estás a Brincar?. Para as famílias, existiu a oferta regular, habitualmente uma vez por mês, da atividade Sábado na Galeria e Brincar no Choupal.

No espaço Porta 5 continuou a acontecer semanalmente as Oficina da Lua Cheia, oficina de continuidade para crianças dos 6 aos 12 anos, e a Oficina Livre de Pintura, para um público a partir dos 16 anos, atividades de continuidade cuja inscrição é feita no início do ano letivo.

Também no Porta 5 (antigo edifício da PSP reabilitado para receber as atividades pedagógicas da Paços - Galeria Municipal) realizaram-se desde o início do ano letivo oficinas de conservação e restauro, fotografia pinhole e bordado em fotografia.

De referir, ainda, que o serviço educativo da Paços dinamizou recentemente um Curso de Ilustração Científica e Desenho da Natureza, em parceria com o Centro de Educação Ambiental (sendo que os respetivos trabalhos estarão patentes a partir de 5 de outubro neste último espaço), e um Curso de Produção Criativa Plástica, para alunos de Artes do ensino secundário, em parceria com a Associação Emerge e a Escola Secundária Henriques Nogueira (cujos trabalhos estarão patentes a partir de 30 de outubro na Paços).

Também na Galeria Municipal, a partir do dia 27 de novembro, estará patente a exposição do serviço educativo deste equipamento municipal referente ao ano letivo 2018/019.

De referir ainda que durante o mesmo, nas atividades do serviço educativo da Paços, destinadas ao publico escolar, contabilizaram-se 2.621 participações, e nas dirigidas ao público escolar, 532.

voltar ao topo ↑