Torres Vedras

Sociedade de História Natural revela nova espécie de dinossauro

29.07.2020

A Sociedade de História Natural (sediada no concelho de Torres Vedras) publicou recentemente um artigo científico na revista Journal of Vertebrate Paleontology, no qual descreveu o Lusovenator santosi, uma nova espécie de dinossauro terópode do Jurássico Superior de Portugal, e parte das coleções do CI2Paleo desta instituição.

De referir que esta nova espécie é atribuída ao grupo dos carcharodontossauros e a sua descoberta mostra que estes dinossauros carnívoros estavam presentes no hemisfério norte 20 milhões de anos antes do que indicava o registo fóssil conhecido. A identificação desta nova espécie amplia a diversidade de dinossauros terópodes conhecidos no Jurássico Superior português.

O artigo publicado resulta do estudo de dois espécimes: um escavado pela Sociedade de História Natural em 2002 e 2003 em Cambelas e outro descoberto por José Joaquim dos Santos em Valmitão. No respetivo projeto de investigação estiveram envolvidos elementos associados da Sociedade de História Natural, do IDL - Instituto Dom Luiz da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, do Grupo de Biologia Evolutiva da espanhola Universidade Nacional de Educação à Distância e do History Museum of Los Angeles County.

Saliente-se que o nome Lusovenator santosi pretende homenagear José Joaquim dos Santos, um aficionado da paleontologia, que durante mais de 30 anos descobriu um grande número de jazidas de dinossauros na faixa costeira do Oeste de Portugal. Recorde-se que a coleção de restos fósseis descobertos por José Joaquim dos Santos, a qual foi adquirida pela Câmara Municipal, está atualmente depositada na Sociedade de História Natural e constitui um importante espólio para o conhecimento das faunas de vertebrados do Jurássico Superior de Portugal, tendo permitido nomeadamente a descrição de diversas novas espécies de dinossauros (incluindo o saurópode Oceanotitan dantasi e o pequeno ornitópode Eousdryosaurus nanohallucis), bem como da tartaruga Hylaeochelys kappa.

Segundo a Sociedade de História Natural, “em breve serão dados a conhecer à ciência e ao público em geral novos espécimes de vertebrados fósseis do Jurássico Superior do Oeste, em particular répteis voadores e crocodilomorfos”.

Esta instituição e o Município contam abrir no próximo ano, em Santa Cruz, um museu paleontológico que irá acolher o Lusovenator santosi e muitos outros fósseis da região.

 

Última atualização: 31.07.2020 - 23:20 horas
voltar ao topo ↑