Torres Vedras

Tempestade “Helena”: ponto de situação

01.02.2019

Proteção Civil de Torres Vedras

Devido à passagem da tempestade “Helena” por Portugal a Proteção Civil de Torres Vedras emitiu aviso vermelho referente a agitação marítima e avisos amarelos referentes à ocorrência de ventos fortes e precipitação intensa. 

Durante o dia 1 de fevereiro registaram-se várias ocorrências significativas resultantes do mau tempo: 

  • queda de estruturas em Carvalhal, Sobreiro Curvo (onde se registou a destruição total do telhado do Sobreirense)e na cidade deTorres Vedras (onde se verificou a queda da escultura “Caraça”, localizada junto ao antigo Matadouro Municipal);
  • queda de árvores em Ameal (Portela da Vila), Casalinhos de Alfaiata, Dois Portos, Fonte Grada, Paio Correia, Ribeira de Pedrulhos e na cidade de Torres Vedras;
  • deslizamento de arriba junto ao parque de estacionamento da praia de Assenta Sul , que obrigou ao encerramento do parque de estacionamento;
  • danos em abrigos de passageiros em Valverde e em Santa Cruz (que no caso deste último obrigaram à sua remoção;
  • estragos em várias estufas nas freguesias de Silveira e União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira;
  • queda e deslocação de contentores de resíduos sólidos urbanos bem como de sinais de trânsito;
  • e queda de cabos na Praia Azul.

As várias ocorrências têm sido registadas e intervencionadas pelos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras e pelo Serviço Municipal de Proteção Civil. Para além das situações anteriormente descritas os serviços da Câmara Municipal têm vindo a intervir em várias outras ocorrências relacionadas com deslocamento de estruturas e queda de ramos e árvores.

Mantenha-se atualizado sobre os avisos meteorológicos no site do Instituto Português do Mar e da Atmosfera  em www.ipma.pt.

Atualizado às 22h00 de 1 de fevereiro de 2019

voltar ao topo ↑