Torres Vedras

Zona de perigo na Praia do Navio

15.06.2018

Zona de perigo na Praia do Navio

A Capitania do Porto de Peniche considerou como “zona de perigo” toda a zona de rebentação adjacente ao navio afundado na Praia do Navio, em Santa Cruz, que se justifica com o afloramento dos destroços daquele navio.

De modo a salvaguardar a segurança da população, a prática de banhos e desportos náuticos naquela zona é expressamente proibida. A zona de perigo encontrar-se-á assinalada no areal, com placas, e no mar, com duas boias de sinalização, a partir do dia de hoje.

Segundo o edital da Capitania do Porto de Peniche, as violações ao estabelecido serão “matéria suscetível de constituir infração de âmbito contraordenacional, enquadrável pelas alíneas b) e c) do n.º 1, do art.º 19.° e n.º 2 do art.º 20.º do já referido Decreto-Lei n.° 159/2012, de 24 de Julho, punível com coima a graduar entre os € 30 e € 100, podendo o limite máximo elevar-se, no caso de pessoa coletiva, até € 300.”

A zona de perigo está centrada na seguinte posição GPS: 39º 08’42” N |9º 22’33”O

Os limites da zona de perigo encontram-se num raio de 10 metros desta posição.