Torres Vedras

COVID-19: informações e recomendações de saúde

Conteúdos desta página

  1. Recomendações de saúde
  2. Informações
  3. Outras medidas em desenvolvimento
  4. Contactos

Recomendações de saúde

No contexto da atual situação de pandemia causada pela doença COVID-19, a Proteção Civil de Torres Vedras apela para que seja mantida a serenidade e para que sejam cumpridas todas as recomendações da Direção-Geral da Saúde e das demais autoridades.

Recomenda-se à população em geral o isolamento social voluntário e a adoção das seguintes recomendações de saúde:

  • Adote medidas de higiene e etiqueta respiratória:
    • Tape o nariz e a boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o cotovelo, nunca com as mãos) e deite sempre o lenço de papel no lixo;
    • Lave as mãos frequentemente e sempre que se assoar, espirrar ou tossir e após contacto direto com pessoas doentes.
  • Em caso de sintomas, apela-se à população para que não se dirija ao Hospital de Torres Vedras e utilize a linha SNS24 (808 24 24 24). Em causa estão todas as pessoas que desenvolvam quadro respiratório agudo de tosse (tosse persistente ou agravamento de tosse habitual), febre (temperatura igual ou superior a 38º) ou dificuldade respiratória (dispneia).

    Os profissionais de saúde da Linha SNS24 poderão encaminhar o doente suspeito de COVID-19 para:

    • Autocuidados, em isolamento no domicílio e sob vigilância
    • Avaliação médica em Áreas Dedicadas COVID-19 nos Cuidados de Saúde Primários (ADC-COMUNIDADE)
    • Avaliação médica em Áreas Dedicadas COVID-19 nos Serviços de Urgência do SNS (ADC-SU)
    • CODU/INEM


  • Utilize máscara apenas se tiver sintomas respiratórios: tosse, espirros ou falta de ar.

  • Evite contacto próximo com pessoas que apresentem infeção respiratória.

  • Os aglomerados de pessoas deverão ser evitados, ainda que em espaços privados ou em ambiente familiar.


Consulte aqui o manual da Direção-Geral da Saúde sobre isolamento e distanciamento social. 

Mantenha-se informado através de fontes oficiais. Não seja veículo de informação não confirmada.

Informações

Ausência de evidência entre o agravamento da infeção por COVID-19 e o ibuprofeno

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde informa que "não existem, atualmente, dados científicos que confirmem um possível agravamento da infeção por COVID-19 com a administração de ibuprofeno ou outros anti-inflamatórios não esteroides. Neste sentido, não há motivo para os doentes que se encontrem em tratamento com os referidos medicamentos o interrompam." Consulte aqui a nota informativa do Infarmed.

Medicamentos hospitalares

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) está a agilizar a dispensa de medicamentos hospitalares através de farmácias comunitárias aos doentes que manifestem interesse em aderir a esta possibilidade, para evitar a deslocação ao hospital.

Os doentes que até agora fazem o levantamento da sua medicação nas farmácias do CHO poderão manifestar o seu interesse junto dos hospitais para que seja agilizado o processo de dispensa da sua medicação na sua farmácia preferencial.

Medicina dentária

A Associação de Beneficência para Saúde Oral Torreense - ASOT está disponível para responder a situações de urgência de medicina dentária. Para marcações, utilize o número 961808485. 

 

Neurologia

O Campus Neurológico Sénior disponibiliza uma linha de apoio para pessoas com doença neurológica crónica e familiares ou cuidadores. A linha funciona através do número 261 330 709, de segunda-feira a sábado, entre as 10h00 e as 12h00 e entre as 14h00 e as 16h00, de forma gratuita. Linha com custo de chamada local.

 

Oftalmologia

O Hospital CUF de Torres Vedras estará disponível para situações de urgência de oftalmologia.

Vacinação antirrábica

A campanha de vacinação antirrábica, de controlo e vigilância de outras zoonoses para cães, encontra-se suspensa temporariamente (Despacho n.º 3889/2020).


Outras medidas em desenvolvimento

De forma a melhorar a atuação dos meios de resposta em matéria de saúde e garantir a resiliência do território em caso de propagação do novo coronavírus no concelho de Torres Vedras, realizou-se, a 14 de março, uma reunião com os hospitais do concelho e o Campus Neurológico Sénior, na qual foi definida a articulação entre estes meios de resposta e delineada uma estratégia de atuação em matéria de saúde.

Desta reunião resultou:

  • Disponibilização de 24 camas na SOERAD de Torres Vedras para doentes menos graves do Centro Hospitalar do Oeste - CHO.
  • Encaminhamento de cirurgias urgentes para o Hospital de Torres Vedras.
  • Levantamento do número de ventiladores disponíveis e dos recursos humanos que os operam.
  • Conversão dos pavilhões do Sporting Clube de Torres e do Externato de Penafirme em hospitais de campanha, cada um com capacidade para 30 camas. Esta tipologia de hospital será replicada noutros recintos, caso venha a surgir essa necessidade.


Contactos

  • Delegado de Saúde do ACES Oeste Sul | Nuno Rodrigues
    261 336 370
  • Centro de Saúde de Torres Vedras
    261 336 350
  • SNS 24
    808 24 24 24

  • Centro de testes COVID-19 (Centro de Educação Ambiental)
    As marcações encontram-se sujeitas a prescrição médica.
    910 014 000 (das 9h00 às 13h00)

Notícias / COVID-19

Imagem da Notícia COVID-19: Situação epidemiológica no concelho de Torres Vedras a 7 de abril
Imagem da Notícia Gestão Urbanística: Câmara Municipal disponibiliza atendimento telefónico
Imagem da Notícia COVID-19: Situação epidemiológica no concelho de Torres Vedras a 6 de abril
Imagem da Notícia COVID-19: Situação epidemiológica no concelho de Torres Vedras a 5 de abril
Imagem da Notícia COVID-19: Situação epidemiológica no concelho de Torres Vedras a 4 de abril
Imagem da Notícia COVID-19: Situação epidemiológica no concelho de Torres Vedras a 3 de abril

COVID-19: Situação epidemiológica no concelho de Torres Vedras a 3 de abril

03.04.2020

O concelho de Torres Vedras conta, neste momento, com 19 casos confirmados de doença COVID-19, que se encontram a ser acompanhados pelas autoridades de saúde. Existem 35 casos suspeitos, que se encontram a aguardar os resultados laboratoriais, enquanto se registam 65 contactos sob vigilância ativa. (...)

voltar ao topo ↑