Torres Vedras

Inclusão de minorias

Plano Local de Inclusão da Comunidade Cigana (PLICC) de Torres Vedras

Intitulado Plano Local de Inclusão da Comunidade Cigana (PLICC), este documento constitui o primeiro instrumento de planeamento, de âmbito municipal, em matéria de saber e integração da população cigana, com particular destaque para a participação ativa desta comunidade na construção e implementação de planos de ação. Neste quadro, o PLICC representa um importante passo em matéria de inclusão, na medida em que visa a definição de uma estratégia concertada de inclusão, respeitando as especificidades do território, permitindo otimizar recursos e concertar estratégias, tornando estas últimas mais consequentes e impactantes.

O Plano Local para a Inclusão da Comunidade Cigana de Torres Vedras (PLICC) enquadra-se no âmbito da Estratégia Nacional para a Integração das Comunidades Ciganas 2013-2020 (ENICC), aprovada em Resolução do Conselho de Ministros N.º 25/2013, de 17 de abril de 2013.

Com este plano pretende-se enquadrar o trabalho já desenvolvido e as iniciativas que diretamente contribuem para a melhoria da condição de vida das pessoas que habitam no concelho. Por outro lado, intenta-se apresentar uma série de atividades, resultado de um trabalho de diagnóstico, promovendo a redução de desigualdades, a melhoria das condições existentes, o equilíbrio dos recursos disponíveis, a promoção de uma participação pública e privada ajustada ao contexto de cada pessoa (independentemente da sua condição física, económica ou social), e que as diferenças sejam valorizadas e levadas em consideração na definição, implementação e monitorização de políticas. Assim, o PLICC tem como objetivo principal apresentar as prioridades concelhias em matéria de inclusão da comunidade cigana, materializado em atividades concretas, com objetivos definidos, com públicos-alvo determinados e envolvendo as entidades públicas e privadas que melhor possam contribuir para maximizar os resultados a atingir.

O PLICC concretiza-se pela implementação de medidas e ações transversais, a curto, médio e longo prazo, elaboradas tendo por base os princípios do trabalho em rede e da interdisciplinaridade enfatizando uma abordagem sistémica com ênfase na territorialidade. Para cada ano civil é elaborado um plano de ação, cuja execução é devidamente monitorizada por um conjunto de parceiros locais. 

Algumas atividades implementadas em 2018: mediação intercultural, projeto "Rotas Romani" (em parceria com a Associação MusicÁlareira), organização da II Academia de Política Cigana, tutoria escolar em regime de voluntariado e tutoria laboral, formação modular em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), visitas culturais, organização de rastreios de diabetes e hipertensão, início da implementação do projeto “Network for Role Models” (projeto apoiado pela Agência Europeia Erasmus+).

Refira-se a distinção atribuída pela Associação Letras Nómadas ao facilitador/mediador da Câmara Municipal de Torres Vedras, Lindo Cambão, com o prémio “Facilitador do Ano”.

Este plano surge no âmbito do trabalho desenvolvido pelo Município enquanto parceiro da rede ROMED2 (“Democratic Governance and Community Participation Through Mediation”).

Projeto "ROMED2"

O projeto "ROMED2", decorrido entre 2014 e 2018, foi promovido pelo Conselho da Europa e União Europeia e teve como objetivo principal assegurar a equidade da mediação entre as comunidades ciganas e as instituições públicas, promovendo a mudança através da participação democrática da população. Este projeto foi implementado em diversos países europeus, nomeadamente, Bulgária, Bélgica, Grécia, Macedónia, Roménia, Eslováquia, Itália, Hungria, Ucrânia, Alemanha e Portugal. Em Portugal integraram a referida rede os municípios de Elvas, Barcelos, Beja, Figueira da Foz, Seixal, Moura e Torres Vedras. O "ROMED2" utiliza princípios de boa governança e exige a organização da comunidade como meio de desencadear um processo que seja sustentável e justo para todos.

A implementação do projeto "ROMED2" em Torres Vedras compreendeu a definição de um amplo conjunto de objetivos, norteados pelas políticas sociais em vigor, nomeadamente:

Objetivo Geral

  • Assegurar a equidade da mediação entre as comunidades ciganas e as instituições públicas, promovendo a mudança através da participação democrática da população.

Objetivos Específicos

  1. Selecionar, formar e integrar elemento da comunidade cigana como facilitador/mediador nos quadros do Município;
  2. Criar Grupo de Ação Comunitária (GAC)

Em funcionamento desde 2015, o GAC de Torres Vedras é composto por cidadãos da comunidade local, homens e mulheres, que se têm vindo a envolver progressivamente no processo democrático do Município. Isto traduz-se na possibilidade de transmitirem, de forma organizada, as prioridades a que consideram mais urgente dar resposta, tendo em conta os meios à disposição das autoridades locais, assim como os seus direitos e deveres como cidadãos. O GAC, através do investimento pessoal dos cidadãos que o integram e pelo indispensável empenho e capacidade de resposta das instituições públicas (nomeadamente a Câmara Municipal), tem promovido a criação de contextos de partilha e conduzido à melhoria das relações entre as autoridades locais e as comunidades ciganas. 

De entre as várias propostas já apresentadas pelo GAC, destacamos:

  • A recolha de alimentos pela comunidade cigana, destinados a população carenciada apoiada pelo Centro Social e Paroquial de Torres Vedras;
  • A colocação profissional de elementos da comunidade cigana local (com o apoio do Município);
  • A colaboração na dinamização de contextos de partilha que conduzam à melhoria das relações entre as comunidades ciganas e a sociedade maioritária (ex. Workshop Nacional do Programa "Romed", Encontro/Exposição fotográfica Viver o Romed);
  • Colaboração na recolha e preenchimento de questionários pela população cigana com vista à elaboração do 1.º diagnóstico sobre a comunidade cigana local.

     
      3. Elaborar diagnóstico da população cigana residente em Torres Vedras;

     
      4. Colaborar com os diversos agentes locais na implementação de medidas adequadas à plena integração da população alvo na sociedade maioritária.

Links


Contactos

Câmara Municipal de Torres Vedras
Divisão de Desenvolvimento Social – Área de Habitação

Responsável de Área: Liliana Cruz (lilianacruz@cm-tvedras.pt)

Facilitador/Mediador do Município: Lindo Cambão (lindocambao@cm-tvedras.pt)

Telefone: 261 320 770 / 261 320 755

Notícias / Desenv. social

Imagem da Notícia Voluntários estão a reabilitar habitações de famílias carenciadas do Concelho
Imagem da Notícia Câmara Municipal continua a promover “+ Saúde” junto da comunidade escolar
Imagem da Notícia Câmara Municipal aprovou a subscrição ao Manifesto de Paris

Câmara Municipal aprovou a subscrição ao Manifesto de Paris

25.07.2019

O executivo municipal aprovou na sua mais recente reunião, realizada esta terça-feira, dia 23 de julho, no Edifício dos Paços do Concelho, a subscrição ao Manifesto de Paris / Pact for impact: a global alliance for a social and inclusive economy. (...)

Agenda / Desenv. social

Mais

Votação Final - Orçamento Participativo Torres Vedras - 4ª Edição

9 a 29 de setembro 2019

Como Votar? A votação dos projetos finalistas realiza-se no período de 9 a 29 de setembro. Podem votar todos os cidadãos recenseados no Concelho de Torres Vedras sendo que cada eleitor pode votar uma vez em cada uma das tipologias. Para votar serão necessários os números de identificação (...)

Debate/Seminário

IA ao serviço da saúde e das pessoas

Auditório do Edifício Paços do Concelho

21 de setembro de 2019 | sábado

No dia 21 de setembro, às 09h00, terá início a segunda conferência do Fórum Saúde XXI - Ciclo de Conferências a Oeste - Torres Vedras 2019, com o tema "IA ao serviço da saúde e das pessoas". Programa 9h00 | Registo e Receção dos participantes 9h30 | Boas Vindas Carlos Bernardes (...)

Mais

MyMoyo: costura solidária

Parque do Choupal, Torres Vedras

28 de setembro de 2019 | sábado

O projeto My Moyo, implementado em junho de 2017 e dinamizado pela voluntária do Banco Local de Voluntariado de Torres Vedras, Sofia Figueiredo, consiste num clube de costura solidária que apoia projetos de solidariedade social, através da costura, do croché e tricô. Este grupo de pessoas (...)

Debate/Seminário

IV Fórum Social Intermunicipal

Lourinhã

9 a 10 de outubro 2019

O Fórum Social Intermunicipal surge há 13 anos numa estrita parceria entre os municípios da Lourinhã e Torres Vedras. Esta parceria intermunicipal assenta na preocupação e desafio conjunto de procurar e adequar respostas aos contextos locais dos dois territórios, pelo que o programa (...)

Evento

Dia(s) de Erradicação da Pobreza

Concelho de Torres Vedras

14 a 19 de outubro 2019

No âmbito da Comemoração do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza serão realizadas várias atividades desenvolvidos pelos parceiros da Comunidade Impacto Social | Território Impacto de Torres Vedras. (...)

Mais

Almoço Convívio: Promoção da Inclusão Social e Interculturalidade

Externato de Penafirme, Póvoa de Penafirme

26 de outubro de 2019 | sábado

Almoço convívio onde se pretende a partilha e o contacto intercultural, bem como a inclusão social dos migrantes residentes nas freguesias do litoral do concelho. Cada participante (português ou estrangeiro) deverá levar um prato típico do seu país de origem para partilhar. O almoço será (...)

voltar ao topo ↑