Torres Vedras

Encosta de São Vicente

Conteúdos desta página:

  1. Enquadramento
  2. Operação de Reabilitação Urbana da Encosta de São Vicente

Enquadramento

Ao longo das décadas, o desenvolvimento da Cidade aconteceu, essencialmente, a sul do Rio Sizandro. Já na Encosta de São Vicente, a norte, encontravam-se os bairros operários e os edifícios de rendimento. Terrenos acidentados albergavam edifícios habitacionais de baixa qualidade que, por sua vez, concentravam camadas da população com menos poder económico.

Levando a estratégia de regeneração urbana mais para norte, seguiu-se a requalificação do Choupal, que faz a ligação entre o Centro Histórico e a Encosta de São Vicente. A intervenção teve início em 2014 e estava integrada no programa Polis. Em 2015, o Município entende como prioritária a requalificação dos bairros que integram a Encosta de São Vicente, delimitando a Área de Reabilitação Urbana (ARU) da Encosta de São Vicente.

Esta ARU encontra-se entre a linha férrea (a nascente), o Choupal e a Calçada Augusto Hugo (a sul), o Forte de São Vicente, a Calçada Augusto Hugo e a Quinta do Vale de Santo António (a poente). Abrange cerca de 19 hectares compreendendo 256 edifícios, 583 frações e 724 residentes. Verifica-se que 5% dos edifícios desta ARU estão em ruína e que 20% se encontra em mau estado de conservação.

A Encosta do Choupal, o Bairro da Floresta, o Bairro Cruz das Almas, o Bairro Reis, o Bairro Barreto, o Intermarché e o Bairro dos Ameais são alguns dos espaços abrangidos. Destaca-se, ainda, o Centro de Artes e Criatividade, eixo central do Programa Encosta — Regeneração Urbana e Social da Encosta de São Vicente.

O Programa Encosta teve início em 2017 e materializa o objetivo de unir a Cidade num todo contínuo e harmonioso, aproximando o que parecia afastado. Tendo como eixo central a reabilitação e reconversão do antigo Matadouro Municipal no Centro de Artes e Criatividade, o programa integra oito operações do Plano de Ação de Regeneração Urbana e quatro operações do Plano de Ação Integrada para as Comunidades Desfavorecidas.

Historicamente, a zona da Encosta de São Vicente constituiu-se como uma área marginal e periférica no contexto do sistema urbano. As unidades habitacionais de baixa qualidade e os estratos sociais de menor poder económico resultaram de um processo de desenvolvimento urbano que privilegiou o crescimento para sul, dadas as melhores condições geográficas.

Afinal, ao longo dos séculos, a Cidade desenvolveu-se sobretudo para Sul, permanecendo de "costas voltadas" para o Rio Sizandro, o Choupal e a Encosta de São Vicente. O rio foi o principal responsável por esta relação desarticulada.

A ARU da Encosta de São Vicente foi publicada em 2015, através do Edital n.º 274/2015, de 26 de fevereiro, tendo a respetiva ORU sido publicada a 23 de abril de 2018, através do Aviso n.º 5537/2018.

 


Operação de Reabilitação Urbana da Encosta de São Vicente 

A 27 de janeiro de 2015, a Câmara Municipal, na sua reunião ordinária, aprovou a proposta de delimitação da Área de Reabilitação Urbana da Encosta de São Vicente, na cidade de Torres Vedras. A referida proposta foi aprovada pela Assembleia Municipal a 26 de fevereiro de 2015 e publicada, posteriormente, em Diário da República.

Propôs-se que a constituição da ORU ocorresse em momento posterior ao da delimitação da ARU, de modo a permitir uma melhor ponderação sobre o tipo de ORU a estabelecer (simples ou sistemática) e uma articulação e integração mais consistente entre os objetivos da ARU, as unidades de intervenção a definir e o respetivo modelo de execução e de financiamento.

Efetuado esse trabalho de atualização, articulação e integração, apresenta-se o projeto de constituição da operação de reabilitação urbana sistemática da Área de Reabilitação Urbana da Encosta de São Vicente, na cidade de Torres Vedras, tendo por base o Programa Estratégico de Reabilitação Urbana para a mesma área.

 

A Operação de Reabilitação Urbana da Encosta de São Vicente pode ser consultada aqui.


Notícias / Orden. do território

Imagem da Notícia Torres Vedras sobe na atração de negócios e de visitantes
Imagem da Notícia Processo de participação pública da ORU de Santa Cruz foi apresentado

Processo de participação pública da ORU de Santa Cruz foi apresentado

26.01.2022

A sessão de apresentação do processo de participação pública da Operação de Reabilitação Urbana (ORU) de Santa Cruz decorreu esta segunda-feira, 24 de janeiro, na Pousada de Juventude de Santa Cruz. Dezenas de pessoas estiveram presentes nesta apresentação, que marca o início dos trabalhos relaciona (...)

Imagem da Notícia Inquérito à população no âmbito da estratégia de reabilitação urbana do Concelho
Imagem da Notícia Constituição da ARU do Concelho de Torres Vedras aprovada em reunião de Câmara
Imagem da Notícia Edil torriense defende papel dos municípios no combate às alterações climáticas
Imagem da Notícia “Valorizar o litoral de Torres Vedras” vai dinamizar costa torriense

“Valorizar o litoral de Torres Vedras” vai dinamizar costa torriense

16.10.2019

“Valorizar o litoral de Torres Vedras” é o programa da Câmara Municipal de Torres Vedras que irá trabalhar a gestão dos apoios de praia do Concelho. Esta terça-feira, o Executivo Municipal aprovou a constituição de uma equipa que irá estudar qual o melhor modelo de concessão. (...)

Agenda / Orden. do território

Evento

Encosta - Desenho de Rua

Encosta de São Vicente

17 a 23 de julho 2022

Com o objetivo de documentar a realidade atual, assim como a evolução das obras na Área de Reabilitação Urbana da Encosta de S. Vicente, entendeu a Câmara Municipal de Torres Vedras avançar com um conjunto de iniciativas que visam captar, através de imagens e testemunhos, a identidade do (...)

voltar ao topo ↑