Torres Vedras

Arte Pública

Rubrica publicada bimestralmente na revista municipal Torres Vedras entre março de 2011 e janeiro de 2017. Dava a conhecer as obras de arte que se encontram no espaço público do concelho de Torres Vedras, com as quais nos cruzamos diariamente, mas cujo significado, origem e autoria muitas vezes desconhecemos.


Imagem da Notícia Monumento de homenagem ao povo da Bordinheira

Monumento de homenagem ao povo da Bordinheira

Trata-se de um monumento concebido por uma comissão local que pretendeu com a edificação do mesmo assinalar a entrada no novo milénio, homenageando o povo da respetiva localidade. (...)

Imagem da Notícia Conjunto escultórico de Santo António e do Menino Jesus
Imagem da Notícia Busto do padre José Pedro Ferreira
Imagem da Notícia Monumento de homenagem aos
Imagem da Notícia Rotunda dos Anzóis

Rotunda dos Anzóis

Trata-se de uma rotunda existente perto da entrada do parque de campismo de Santa Cruz que foi ornamentada com anzóis em grande dimensão. (...)

Imagem da Notícia Perdigueiro Português

Perdigueiro Português

No dia 11 de novembro de 2016, feriado municipal de Torres Vedras, foi inaugurada a estátua de homenagem ao Perdigueiro Português, uma oferta do Criador Canil de Torres (Américo Rodrigues e Jorge Rodrigues) à cidade. A obra é da autoria do Mestre Augusto Cid. (...)

Imagem da Notícia Cronografias de Torres

Cronografias de Torres

Patente no Átrio do Edifício Multisserviços da Câmara Municipal de Torres Vedras, esta é uma obra da autoria de Vasco Torres que consiste em técnica mista pinturas/colagens. (...)

Imagem da Notícia Fortaleza

Fortaleza

Uma das maiores invenções do homem é a ideia de biblioteca pública. Poderemos pensar num lugar mais democrático do que este? Um grande armazém de conhecimento ao alcance de todos, uma casa cheia de liberdade. (...)

Imagem da Notícia Raízes do Amanhã

Raízes do Amanhã

"Raízes do amanhã" nasce com o intuito de mostrar que para existir bons frutos a raiz precisa estar saudável e forte. (...)

Imagem da Notícia O outro que era eu

O outro que era eu

Esta escultura remete inevitavelmente para o objecto lúdico de infância: o balouço para duas pessoas, que oscila com o peso, será sempre um dispositivo pedagógico e fonte de prazer. (...)

Imagem da Notícia A Caraça

A Caraça

A caraça, símbolo máximo do Carnaval de Torres, foi desenhada por Amílcar Guerreiro nos anos 30. Foi um desafio dar-lhe a dimensão 3D, que me permitiu enfatizar a expressão e dar-lhe profundidade. (...)

Imagem da Notícia S. Gonçalo de Lagos

S. Gonçalo de Lagos

Iniciei a investigação sobre o tema e com esta foram escorrendo os primeiros esquissos. Por entre desenhos e reflexões. Da pessoa e da vida de S. Gonçalo de Lagos, três virtudes se salientaram aos meus olhos: Humildade, simplicidade e sabedoria. (...)

voltar ao topo ↑