Torres Vedras

Porta do Bairro

26.06.2018

PAICD.02 – Porta do Bairro

Empreitada adjudicada

Esta operação integra o Plano de Ação Integrada para as Comunidades Desfavorecidas – PAICD


O “Porta do Bairro” é um projeto da responsabilidade do Município em parceria com o Centro Social e Paroquial de Torres Vedras, o qual se integra no PAICD (Plano de Ação Integrada para as Comunidades Desfavorecidas) e está igualmente no âmbito do PEDU (Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano), cuja área de intervenção corresponde à Área de Reabilitação Urbana da Encosta de São Vicente.

Esta iniciativa passa pela aquisição e a reabilitação de um conjunto edificado devoluto localizado junto ao antigo Matadouro Municipal, precisamente na Rua do Matadouro, visando a implementação de um projeto de cariz social.

O projeto “Porta do Bairro” assenta no conceito de Casa Comunitária. Trata-se de um espaço polivalente aberto à comunidade, com programação cultural e recreativa, ações de formação e serviços de apoio social, tendo como principal objetivo a inclusão social. Nesse sentido, o seu conteúdo programático prevê ações que promovam a partilha de experiências, as relações intergeracionais, a capacitação e a participação cívica da comunidade.

Assim, o “Porta do Bairro” consistirá em três núcleos temáticos, cada um com respostas específicas, dependendo do âmbito de atuação.

Um deles é o Núcleo de Participação e Inovação Social, no âmbito do qual se prevê a implementação de atividades culturais e recreativas de cariz inovador e a promoção da participação cívica da comunidade num processo de regeneração física e social. Serão aí dinamizadas atividades de culinária e rentabilizados e expandidos, numa primeira fase, alguns projetos já desenvolvidos pelo Município, como as “Oficinas do Saber”, pretendendo-se ainda implementar neste local iniciativas de âmbito internacional, como o projeto “Little Dresses for Africa” e “Projeto Migos”.

Já o Núcleo de Intervenção Psicossocial terá como objetivo promover a melhoria das condições de vida da população em situação de vulnerabilidade, numa ótica de prevenção e redução dos fenómenos de pobreza e exclusão social. O âmbito de intervenção respetivo abrangerá todo o processo de atendimento e encaminhamento psicossocial de indivíduos e/ou famílias, assim como a avaliação da situação individual ou familiar ao nível social e a psicoterapia de apoio, entre outras ações.

A terceira resposta deste projeto será o Núcleo de Formação, criado com o objetivo de promover o desenvolvimento de competências profissionais, sociais e pessoais no contexto específico dos grupos em situação de vulnerabilidade. Receberá ações de Orientação e Vocação Profissional, podendo vir a acolher também estágios profissionais e académicos e uma área colaborativa na procura ativa de emprego.

Em termos construtivos, para a concretização deste projeto, proceder-se-á à reabilitação do edificado com a uniformização da sua volumetria e à demolição de um anexo/garagem existente e de um anexo de dois pisos, estando previsto que o “Porta do Bairro” venha a acolher espaços como uma sala polivalente, um gabinete de atendimento, um espaço de reuniões, uma bancada de trabalho, uma copa, arrumos e instalações sanitárias.

O “Porta do Bairro” pretende ser assim um projeto de inclusão social, dirigido à comunidade da Área de Regeneração Urbana da Encosta de S. Vicente, que visa aumentar a empregabilidade, o desenvolvimento de competências pessoais e sociais, a participação cultural, o fortalecimento de redes de solidariedade e a consciência e participação cívica.

 

NÚMEROS

Área: 244,45 m2

Custo total elegível: 240.574,50€

Apoio financeiro da União Europeia: 85% pelo Programa Operacional Regional do Centro, Portugal2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional 

Prazo: 2.º semestre de 2019

Projeto: Área de Projeto da Câmara Municipal de Torres Vedras


voltar ao topo ↑